controle dos pais

Controle dos pais: como monitorar o que os filhos acessam na internet?

Como você faz o controle do que seus filhos acessam na internet? A internet é uma maravilha: jogar online, assistir conteúdos no YouTube, Netflix e Spotify e muito mais. Mas, por outro lado, a internet também pode ser perigosa, especialmente para as crianças. Então, é preciso tomar cuidado com o que elas veem na rede.

Afinal, você nunca sabe o que a criança pode encontrar na TV e na internet — desde conteúdo adulto de cunho sexual até algo bem violento. Também existem muitos conteúdos que não são necessariamente maléficos, mas são inadequados para a criança. Então, é isso que vamos mostrar para você nesse post. Continue lendo e descubra algumas maneiras de fazer esse controle!

Formas de monitorar o acesso das crianças à internet

Converse com a criança

As crianças de hoje em dia já nasceram familiarizadas com diversas tecnologias e, muitas vezes, já sabem mais do que um adulto, não é? Portanto, pode valer a pena ter uma conversa bem franca com ela sobre os perigos da internet. Deixe claro que é perigoso interagir com qualquer pessoa, expor certos tipos de informações e tudo mais. Além disso, evite brigar com a criança se algo der errado. Caso contrário, ela pode esconder situações de risco. 

Use as ferramentas à sua disposição

Outra ótima forma de fazer o controle é conhecendo as ferramentas. O ideal é que você liste todas as ferramentas que a criança usa e procure as funcionalidades de controle dos pais. Além disso, é preciso tomar cuidado com redes de Wi-Fi aberto, por exemplo.

Indique canais apropriados para crianças

Além das ferramentas, também existem os canais que são pensados especificamente para as crianças. O YouTube Kids é um ótimo exemplo. Se seu filho gosta de ver vídeos nessa plataforma, a versão para crianças garante que ela vai ter acesso apenas a conteúdos que fazem sentido para sua idade.

Determine um limite de tempo

Também é uma ótima prática impor um limite de tempo para telas. Isso é importante não apenas por questão de segurança, mas faz bem para a criança. A internet e as telas são muito utilitárias, mas também é importante mexer o corpo e presenciar o mundo real.

Powered by Rock Convert

Fique perto da criança

Por fim, o ideal é que você esteja por perto, sempre de olho no que ela está vendo. Nada é mais fácil para a criança do que burlar a limitação que os pais colocaram, querendo ou por acidente. Então, o melhor é ficar próximo e observar.

Os riscos da falta de controle parental

Estímulo excessivo ao consumismo

É comum que crianças façam compras online sem o consentimento dos pais, até porque muitos jogos online criam situações propícias a isso.

Propagandas para crianças são proibidas, mas é muito difícil controlar isso online. Além disso, fazer compras nunca foi tão fácil.

Conteúdo inapropriado

Os principais exemplos são conteúdos violentos e sexuais, incompatíveis com o desenvolvimento infantil.

Vazamentos de dados e imagens

Muitas vezes, as crianças não têm noção do perigo de ter seus dados expostos na rede.

Riscos e ameaças mais graves

Abuso e exploração sexual são alguns exemplos de situações mais graves, além do cyberbullying e desafios virtuais que podem ser perigosos.

Como vimos, a internet pode ser usada para diversão e aprendizado, mas é preciso ter cuidado com os riscos. Por isso, o acompanhamento dos pais é essencial. Então, não deixe de ter atenção aos pontos mencionados!

Se você quer continuar lendo sobre o mundo virtual, confira este artigo que a Cabonnet preparou para você sobre como funciona a conexão Wi-Fi!

Receba conteúdos exclusivos da Cabonnet no seu e-mail!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.