Internet residencial

Internet residencial: guia completo para escolher o melhor plano

Muitas pessoas acreditam que a escolha da internet residencial é algo tranquilo e que, portanto, não exige cuidados. A verdade é que essa é uma escolha importante e, para minimizar aborrecimentos no futuro, deve receber a sua atenção.

Pense, por exemplo, em todos os problemas de conexão, tais como indisponibilidades, oscilações e internet lenta. Imagine passar por isso todos os dias, atrapalhando sua experiência com jogos, filmes, séries e até trabalho. Nada bom, não é mesmo? Isso pode ser evitado ao tomar as decisões corretas.

Por isso, é fundamental saber escolher um bom plano de internet residencial. Sabe por onde começar? Vou mostrar todos os detalhes neste guia completo. Boa leitura!

Importância da escolha da internet residencial

Pense, por exemplo, em como você utiliza a conexão de rede no seu dia a dia: assiste a séries e filmes para relaxar, seus filhos jogam online, você, às vezes, trabalha ou faz cursos utilizando a internet, entre outros pontos. 

Sua televisão talvez seja Smart TV, e é possível que você tenha dispositivos diversos da sua residência que se conectam à internet, como geladeiras, sensores, aspiradores de pó e smart speakers.

Ou seja, é difícil pensar, hoje, em uma residência que não tenha demanda por uma conexão de rede estável e de qualidade. Por isso, você precisa ter consciência da importância da escolha de uma internet residencial. Caso contrário, poderá amargar com lentidões, travamentos e quedas na conexão, entre outros problemas.

Tipos de internet

Um dos primeiros pontos a se considerar para escolher o melhor plano de internet para sua casa é definir qual tipo de internet atende às suas demandas. Há muitos no mercado, e vou trazer os principais a seguir, para entender qual pode ser a melhor opção para você.

Internet DSL

Foi, por muitos anos, a principal forma de conexão no Brasil e ainda é a mais utilizada em boa parte do país. Sua infraestrutura é a linha telefônica já existente em sua residência. Por isso, tem um bom custo-benefício, em comparação com outros modelos.

Porém, quanto mais longe da central de distribuição você está, mais complicada essa conexão fica. Isso, porque, para que chegue até sua residência, ela terá de passar por uma série de estações, que replicarão o sinal. Com essa operação, pode-se perder qualidade de conexão, gerando uma velocidade de transmissão lenta.

Fibra óptica

É, atualmente, uma das conexões mais promissoras, pois permite uma velocidade via cabo, semelhante ao serviço DSL, mas com uma maior capacidade, devido à estrutura do cabeamento, chegando a mais de 500 Mbps. 

Nos próximos anos, deve passar por ainda mais transformações, aumentando o seu potencial. Por isso, a fibra óptica tem tudo para se tornar uma das opções preferidas dos brasileiros.

Internet por rádio

Outra internet bastante popular no país — principalmente longe dos centros urbanos, onde o cabeamento pode ter uma maior dificuldade para chegar. Para implementá-la, é fundamental instalar uma antena na residência, permitindo que o sinal chegue por meio das ondas de rádio.

Internet via satélite

Tem um funcionamento bem semelhante ao da internet via rádio, porém, realizando as trocas de dados por meio de sinal de satélite. É um dos tipos de conexão com menor velocidade, com transmissão de dados abaixo de 20Mbps, além de ser extremamente suscetível a variações climáticas (por exemplo, não funciona muito bem em dias chuvosos).

Internet via cabo

A transmissão de dados funciona por meio de cabos subterrâneos, alcançando, atualmente, uma velocidade média de 100 Mbps. Porém, é uma conexão suscetível a problemas com tráfego lento, já que o serviço é compartilhado para toda a região que utiliza aquele cabeamento para transmissão de dados.

Escolha do plano ideal

Tendo consciência do tipo de internet ideal para a sua residência, é hora de entender qual o melhor plano que pode ser utilizado em sua casa. Vou mostrar, a seguir, quais são os principais pontos que merecem atenção para essa escolha.

Necessidade de consumo

Esse é um ponto fundamental para você não tomar uma decisão errada, gerando prejuízos para si e para os demais moradores da casa. Avalie, portanto, qual é o consumo médio seu e das outras pessoas, levando em consideração:

  • se há pessoas que trabalham em casa;
  • principais faixas de horário;
  • número total de dispositivos;
  • se as pessoas são heavy users (demanda intensa) ou se não há um uso contínuo dos recursos de internet;
  • a necessidade de ter uma maior estabilidade de rede, quando não podem ocorrer oscilações de sinal ao longo do dia.

Quantidade de pessoas na casa

Essa é uma métrica importante, pois pode ser determinante para a escolha do plano. Quanto mais pessoas morarem em sua residência, maior será o consumo de banda por cada uma delas. Isso, porque, normalmente, não há apenas um dispositivo por indivíduo.

Por exemplo, um adolescente gamer utiliza, normalmente, um smartphone, um console e um notebook. Com isso, são três dispositivos que podem utilizar a banda simultaneamente.

Sendo assim, avalie quantas pessoas vivem com você, quantos dispositivos cada uma utiliza, as principais faixas de horário de uso (e verifique se elas coincidem). Com isso, será possível definir uma melhor conexão, que poderá atender às expectativas de todos com bom custo-benefício.

Velocidade ideal

Com os pontos acima, você consegue definir a velocidade ideal. Por exemplo, alguém depende de transmissão de vídeo para trabalho ou há gamers em sua casa? A velocidade precisa ser suficiente para suprir as demandas de todos.

Por isso, além de avaliar o número de pessoas em sua casa e o número de dispositivos, é fundamental verificar quais são as demandas comuns de cada um. Por exemplo, quem utiliza a conexão apenas para acompanhar redes sociais e sites de notícias terá uma demanda de velocidade de internet diferente de quem a usa para assistir a filmes e séries constantemente.

Imagine que, enquanto você joga, seu(sua) parceiro(a) precisa realizar uma chamada de vídeo. Ambos demandam uma alta velocidade de conexão para que seja possível fazer suas atividades sem lentidão ou indisponibilidade.

Um bom ponto de partida é verificar qual é o seu pacote de internet atual e avaliar se há qualquer tipo de problema que possa comprometer a sua experiência. Se sim, pode ser uma boa opção avaliar pacotes melhores de rede, com maior velocidade.

Custo-benefício

Diante dos pontos acima, você consegue definir quais são as principais questões que devem ser observadas, como velocidade mínima, período de fidelização, pontos de acesso em casa e tipo de internet ideal.

Muitas vezes, por uma questão de custo-benefício, pode ser interessante optar por um pacote de internet com uma velocidade maior do que a definida previamente por você, mas que traga um maior número de vantagens (como um combo interessante ou um preço mais atrativo).

Por isso, é importante considerar a contratação em uma relação de custo-benefício para você e as pessoas que moram na sua casa. Muitas vezes, esse é um verdadeiro investimento de longo prazo. Afinal, sua demanda pode aumentar sem aviso prévio.

Pacotes

Se você é um usuário de diversos serviços de telecom, um caminho é optar por pacotes, que podem ser vantajosos para contratar mais de um serviço ao mesmo tempo.

Por exemplo, que tal contar com TV fechada e pacote de internet simultaneamente? Com um combo, você terá acesso a ambos por um preço menor do que a contratação em separado.

Tráfego da rede

Outro ponto importante a ser considerado e que está mais diretamente ligado à escolha do tipo de internet é avaliar o quanto o tráfego de rede pode interferir no seu serviço e se você pode, realmente, estar suscetível a isso.

Quem tem um uso mais tranquilo da rede não sentirá grande diferença em horários de pico. Porém, quem joga, assiste a vídeos e séries ou trabalha com alto volume de informações em casa, por exemplo, poderá ter suas atividades atrapalhadas caso o tipo de internet e a banda não sejam suficientes.

Cuidados durante a escolha

Alguns cuidados precisam ser observados quando for escolher um bom plano de internet residencial, a fim de minimizar os riscos. Vou mostrar os principais a seguir.

Escolha uma empresa séria

Este é um primeiro filtro importante: avalie quais são os provedores de internet que têm atuação séria no mercado e, portanto, podem trazer benefícios para você durante os usos.

Alguns pontos importantes que podem ser observados são:

  • modernização dos equipamentos do provedor;
  • uso de conexões mais modernas;
  • atendimento humanizado ao cliente;
  • propostas interessantes para você;
  • feedbacks positivos de outros clientes;
  • minimização de reclamações sobre o serviço;
  • avaliação das reclamações junto ao Procon e Anatel;
  • se é uma provedora de internet local, com maiores condições de prestar um atendimento mais próximo ao cliente.

Analise o contrato

Leia todo o contrato, verificando, ponto a ponto, quais são as obrigações da organização e as suas. Por exemplo, é comum a necessidade de se respeitar um período de fidelidade. Caso você saia antes, terá de pagar uma multa. Esse tempo pode variar entre 3 e 12 meses, de acordo com as definições da empresa.

Além disso, você precisa verificar possíveis add-nos (serviços adicionais, como antivírus e firewalls), existência de franquia (ou seja, consumo máximo da banda; ao se atingir o limite, a velocidade é reduzida), entre outros.

Com isso, você estará ciente dos seus direitos e deveres e poderá identificar se a contratação está sendo realmente positiva para você.

Powered by Rock Convert

Avalie o suporte da organização

Todo contratante, em algum momento, precisará contar com o serviço de suporte da empresa provedora (por exemplo, em caso de internet instável). 

Para conseguir resolver sua questão sem maiores aborrecimentos e ter melhores resultados, é fundamental que, de antemão, você saiba identificar o suporte é adequado. Para isso, verifique se há registros sobre essa questão em sites especializados, como o Reclame Aqui.

Dicas para melhorar a utilização

Você pode ter uma ótima velocidade de conexão, escolher o plano adequado, mas, ainda assim, ter problemas que vão impedir um bom uso da rede. Abaixo, trago algumas dicas importantes que podem auxiliá-lo nisso.

Limpe os dados de navegação constantemente

Um dos motivos para os empecilhos em sua rede é o excesso de dados de navegação armazenados, principalmente a memória cache. Ela é responsável por guardar informações sobre a sua forma de navegar online.

Quando esse banco de dados está cheio, as páginas e conteúdos demoram mais para carregar. Por isso, uma forma de manter uma conexão saudável e estável é fazer a limpeza recorrente dessas informações. Algumas ferramentas realizam isso de forma automática, periodicamente.

Crie senhas seguras para seu Wi-Fi

Você contratou um plano dentro das suas necessidades, tomou todas as precauções e ainda está sentindo que sua conexão não está adequada? Um problema comum, infelizmente, é que outras pessoas podem estar utilizando sua conexão, mesmo sem sua autorização.

Por isso, é importante ter senhas que não sejam óbvias. Assim, será mais difícil que terceiros as descubram. Além disso, é possível, nas configurações do seu roteador, verificar quais são os dispositivos que estão conectados à rede. Caso você não reconheça algum deles, poderá bloqueá-lo. Se tiver dúvida, é importante contar com o suporte do seu provedor de rede.

Utilize um cabo Ethernet

Para quem não pode estar suscetível às oscilações do Wi-Fi e quer aproveitar a conexão sem a perda na transmissão, uma opção é utilizar o cabo Ethernet em seu dispositivo, para conseguir melhores resultados.

Com isso, a conexão será feita diretamente com o seu roteador, minimizando problemas e indisponibilidades.

Desligue os equipamentos ociosos

Todos os equipamentos que estão conectados em sua casa precisam, de fato, estar ligados naquele momento? Por exemplo, um wearable para realização de atividades físicas que não está sendo utilizado pode estar consumindo banda de forma excessiva.

Esse tipo de preocupação pode ser útil, por exemplo, quando você vai realizar uma videoconferência ou jogar online e precisa que a qualidade de conexão esteja impecável.

Adote softwares de aceleração de conexão

Existem ferramentas que têm por objetivo justamente realizar tarefas para acelerar a sua conexão, trazendo um melhor resultado nas velocidades de upload, download e ping, o que significa um incremento no desempenho de rede.

Esse tipo de solução, normalmente, faz aperfeiçoamentos em sua máquina e sistema operacional, realizando, automaticamente, algumas configurações que podem ser úteis para uma melhor transferência de dados.

Formas de garantir uma boa conexão

Para que a conexão não tenha qualquer tipo de problema que possa prejudicar a sua velocidade e estabilidade de conexão, é importante conhecer boas práticas. Vou mostrar as principais a seguir.

Troque equipamentos antigos

Um ponto que pode atrapalhar a fluidez na troca de dados da sua conexão de internet é estar com equipamentos antigos. Isso, porque eles têm, por exemplo, uma velocidade limitada de recebimento e transmissão de dados, o que pode prejudicar a sua experiência.

Em alguns casos, por exemplo, você pode precisar de dois equipamentos, porque possui apenas o modem, mas ele não é integrado a um roteador Wi-Fi. Por isso, opte por aparelhos que executem as duas funções, até mesmo para utilizar menos espaço em sua casa.

Além disso, é importante conhecer mais sobre os tipos de modem e roteadores, para saber identificar qual deles é melhor para sua residência.

Instale antivírus

O antivírus tem o papel importante de evitar que suas máquinas e sua rede sejam infectados por vírus, malwares e trojans, que podem atrapalhar sua experiência e comprometer a segurança dos dados pessoais seus e de outros moradores da residência.

Com ele, você impede a interferência de cibercriminosos e problemas como clonagem de cartões e obtenção indevida de senhas (redes sociais, e-mail etc.) e conteúdos pessoais.

Tenha roteadores mais potentes

A contratação de um plano de internet robusto pode esbarrar em equipamentos que não dão conta de realizar e receber a transmissão de dados. Por isso, é fundamental ter roteadores potentes.

Aparelhos mais modernos conseguem, também, atuar em dual-band, minimizando as interferências que podem ocorrer por parte de equipamentos que atuem na mesma frequência do modem. Com isso, caso você sinta esse problema, pode realizar a conexão na outra banda e continuar suas atividades sem maiores problemas.

Identifique o que está consumindo sua banda

Uma das questões que podem estar prejudicando a sua banda de internet são aplicativos que realizam um consumo exagerado. Em alguns casos, o uso acumulado dessas aplicações pode fazer com que ocorra uma maior lentidão da sua conexão de rede.

Algumas ferramentas já foram feitas para que você avalie o consumo no momento. O NetBalancer, por exemplo, permite verificar uma lista dos programas que estão consumindo dados de rede em seu dispositivo Windows. Porém, limita-se ao computador no qual está instalado, não considerando os dispositivos de outros membros da família ou mesmo seu celular, por exemplo.

Já o WireShark monitora toda a rede e analisa o seu desempenho, avaliando o que pode sobrecarregar o sistema.

Atualize seus drivers

Drivers de rede desatualizados podem causar indisponibilidade e conflitos, gerando lentidão em sua rede. Por isso, é fundamental conferir se todos os componentes estão atualizados.

Com isso, minimizam-se, também, brechas de vulnerabilidade sobre as quais os cibercriminosos possam atuar, o que poderia gerar problemas para você. Inclusive, as atualizações são geradas especificamente com esse objetivo, além da garantia de um melhor funcionamento do programa, minimizando falhas.

Compartilhamento da internet com várias pessoas

Como falei, um dos pontos que talvez exija maior atenção ao contratar um plano de internet é saber como conseguir um compartilhamento consistente de rede. Apesar de exigir cuidados, é possível, sim, realizar essa ação sem causar danos às conexões.

Afinal, como disse ao longo deste conteúdo, a quantidade de dispositivos conectados pode interferir na sua velocidade de conexão. Portanto, para evitar perdas significativas, que podem prejudicar todos os usuários, essa parte merece sua atenção.

Ainda, é fundamental contar com todos os mecanismos de segurança, para minimizar os riscos de cibercriminosos atuarem em sua rede, gerando problemas imprevisíveis. Para isso, é importante seguir algumas dicas:

  • não opte por um sinal aberto, para facilitar a conexão pelas suas visitas. Isso, porque, nesse caso, mais pessoas acessarão os dados, congestionando-a;
  • se há a tendência de receber visitas constantemente ou se você vai dividir a internet com muitas pessoas, é importante contar com um tipo de internet que propicie múltiplas conexões sem perdas. Duas opções interessantes são a internet por fibra óptica e a rede mesh.

Local de instalação da internet

Você já pensou que a localização do seu modem ou roteador pode estar interferindo consideravelmente na qualidade de conexão de rede em sua residência? Por isso, é importante identificar em qual local ficará o seu ponto, para minimizar os riscos de problemas.

Por exemplo, se você vai optar por um roteador wireless, é importante saber posicioná-lo em sua casa para evitar interferências que possam, justamente, gerar conflitos no uso. Algumas dicas importantes são:

  • posicione o roteador em um local alto;
  • evite deixá-lo em uma posição com obstáculos (como paredes e móveis) próximos;
  • caso sua residência seja de dois andares, o ideal é que ele fique posicionado no local mais alto;
  • deixe o roteador longe de interferências de equipamentos de ondas eletromagnéticas (como micro-ondas, telefone sem fio e babás eletrônicas).

Os responsáveis pela instalação podem realizar todo o processo de adequação e posicionamento do roteador wireless, minimizando as chances de problemas e garantindo que você terá a melhor instalação possível.

Além de todos esses pontos que citei acima, outro aspecto fundamental para a sua internet residencial é contratar um provedor de internet confiável. Uma empresa séria auxiliará você em todo o processo, garantindo a escolha do melhor plano e, consequentemente, o melhor serviço para sua casa.

A Cabonnet preza por todo o cuidado com seus clientes. Meus atendentes buscam compreender as suas necessidades e demandas e auxiliar você em escolhas focadas naquilo de que realmente precisa.

Além disso, tenho todo o suporte para que, em caso de problemas, você possa ter suas questões solucionadas rapidamente, retomando a conexão confiável e estável, de acordo com o que você e os moradores da sua casa buscam. Muito bom, não é mesmo?

Ficou interessado? Para começar o processo de contratação, faça o teste para saber qual o melhor plano de internet para você e sua família!

Receba conteúdos exclusivos da Cabonnet no seu e-mail!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.